ALEGRIA, BELEZA, CORAGEM E VIVACIDADE.
ESTE CÃO É PURA ENERGIA!

Pois é, ele está na moda. De origem inglesa, este pestinha adorável, de orelhas dobradinhas, olhar esperto e barbicha de pêlos duros e crespos e que já foi de grande popularidade no país nas decádas de 30 e 40 está de volta à cena. A culpa é do presidente Luis Inácio Lula da Silva e sua fox Michele. Desde que apareceu no colo do presidente tirando uma soneca, Michele fez crescer a procura por este cãozinho inteligente, ativo, observador e um tanto “genioso”.

HISTÓRICO DA RAÇA
A origem dos Terriers se perde no tempo. Já no tempo da Roma Antiga existem registros de cães parecidos com Terriers. Acredita-se que primeiro tenha surgido a variedade pêlo liso e cerca de 20 anos mais tarde, a de pêlo duro. O Fox Terrier pêlo duro surgiu, provavelmente, do cruzamento entre o antigo Black e Tan Wired Haired Terrier (raça já extinta) com o Fox Terrier de pêlo curto, com o objetivo de conseguir a cor predominantemente branca, que os caçadores preferiam.

Existem muitas teorias sobre que tipo de cães teriam participado na formação do Fox Terrier pêlo liso. Alguns acham que teria sido o cruzamento de um Terrier Inglês, totalmente branco, ou um “Black and Tan” Manchester Terrier, com um Bull Terrier, ou Beagle. O que se sabe com certeza é que o primeiro pedigree da raça foi emitido em 1860. A raça foi padronizada em 1876 por Francis Redmond na Inglaterra, quando foi criado o primeiro clube da raça.
O Fox Terrier foi desenvolvido para caçar pequenos animais, principalmente presas que se escondem em tocas, como raposas.
TEMPERAMENTO
O fox é um cão de personalidade forte. Sua inteligência é do tipo Adaptável, consiste na capacidade de resolver problemas por conta própria. Tem também grande capacidade de aprender por observação, associando causa e consequência. Outra artimanha da qual a raça faz uso em seu próprio benefício é a dita “Capacidade de Aprender Tarefas”. O Fox vive tomando iniciativas próprias para ganhar uma recompensa. Se achar que levando o chinelo para o dono receberá um brinquedo ou algo para comer, não hesitará em tentar.
O Fox Terrier Pêlo Duro, quando bem adestrado, pode viver em apartamento. Dono de uma energia inesgotável que o acompanha até o fim da vida, é indicado para pessoas alegres e que gostam de atividade. Quando o Fox não gasta este imenso fôlego de viver, correndo, pulando e brincando muito, o negócio complica. Ele pode virar um cão entediado. Uma forma de resolver a questão, quando não há como deixá-lo gastar a “pilha”, é entretê-lo com brinquedos. O Fox adora se divertir com eles até quando está sozinho.
Tal espírito brincalhão e esta energia toda é um prato cheio para fazer da raça excelente parceira de crianças, desde que já tenham a devida noção de não maltratá-lo com atitudes estabanadas. Por isso, crianças com menos de 7 anos não são as melhores candidatas para se conviver com um Fox. E parece que a raça sabe disso, buscando distância dos menorzinhos.

No relacionamento com outras raças do grupo terrier não costumam zelar pela pacificidade. Entre sexos opostos a
convivência é pacífica. Já com 2 machos ou 2 fêmeas juntas, a briga pela liderança é certa. Devem ser criados em casais ou separados.
Os filhotinhos bem novos, com cerca de
1 mês de vida já rosnam um para o outro
na hora da comida. Não temem nem cães maiores, ameaçam brigar com qualquer
cão que avistem.
É grudado com o dono e bastante ciumento. Com amigos do dono é acessível, aceita a presença deles mas sem grandes festas ou maiores intimidades.
O Fox também está entre as raças consideradas muito excitáveis, inclusive com campainhas e motores de carros.
Rústicos, dificilmente adoecem. É uma das poucas raças das quais não há registro de doenças hereditárias.
A pelagem dá pouco trabalho. Não solta muito pêlo, nem embaraça com facilidade. Quem quer manter o cão com corte característico, pedido pelo padrão, deve fazê-lo a partir dos quatro meses.

CARACTERÍSTICAS
Tamanho: Não mais do que 40 cm na cernelha e entre 7 e 8 quilos, sendo as fêmeas ligeiramente menores.

Aparência: Corpo em forma de quadrado; ágil e esperto.
Cabeça: Crânio achatado, estreito com focinho afilando; nariz preto; olhos pequenos escuros e profundos; orelhas pequenas em formato “v” pendendo para frente.
Cauda: Cortada deixando aproximadamente ¾ do tamanho original, carregada alta. A cauda costuma ser amputada com a retirada de aproximadamente um terço do comprimento, por volta dos 5 dias de vida. Deve ficar com a ponta na altura da cabeça.
Pelagem e Cor: O branco predomina com marcas pretas e castanhas. Mas não nasce assim. Em geral, os recém-nascidos são bicolores de preto e branco.
Apenas com cerca de 45 dias é que algumas manchas pretas vão ficando castanhas, especialmente na cabeça. O Fox Terrier de pêlo duro possui uma camada dupla de pêlos, sendo a maior e mais externa dura, ondulada, resistente a sujeiras e ao clima; A camada mais próxima da pele é macia e mais oleosa que a externa, permitindo um melhor isolamento térmico e também formando uma camada protetora contra a chuva. Quando o pêlo está muito grande e perto de cair, o Fox Terrier pêlo de arame fica com uma aparência mais esbranquiçada, com suas cores mais claras e opacas. Neste caso é preciso que o cão seja tosado por um profissional, ou pessoa experiente.

Longevidade: De 13 a 15 anos.

* O texto aqui apresentado contém trechos de reportagens publicadas na revista "Cães e Cia"

 
Conheça também: